Alguma da obra poética dos seus heterónimos, especialmente o Livro do Desassossego de Bernardo Soares...

.posts recentes

. Temor da morte

. sem título

. Trecho 433, Livro do Desa...

. trecho 188, Livro do Desa...

. trecho 182, Livro do Desa...

. ...

. Carta a Ophélia não datad...

. Ode de Ricardo Reis

. Trecho 381 do Livro do De...

. outra Ode de Ricardo Reis

.arquivos

. Outubro 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

Sexta-feira, 7 de Janeiro de 2005

trecho114 do Livro do Desassossego, Bernardo Soares

na baixa II.jpg A vida prejudica a expressão da vida. Se eu vivesse um grande amor nunca o podería contar. Eu próprio não sei se este eu, que vos esponho, por estas coleantes páginas fora, realmente existe ou é apenas um conceito estético e falso que fiz de mim próprio. Sim, é assim. Vivo-me esteticamenteem outro. Esculpi a minha vida como a uma estátua de matéria alheia a meu ser. Ás vezesnão me reconheço, tão exterior me pus a mim, e tão de modo puramente artístico empreguei a minha consciência de mim próprio. Quem sou por detrás desta irrealidade? Não sei. Devo ser alguém. E se não busco viver, agir, sentir é - crede-me bem- para não perturbar as linhas feitas da minha personalidade suposta. Quero ser tal e qual quis ser e não sou. Se eu cedesse destruir-me-ia. Quero ser uma obra de arte, da alma pelo menos, já que do corpo não posso ser. Por isso me esculpi em calma e alheamento e me pus em estufa, longe dos ares frescos e das luzes fracas-onde a minha artificialidade, flor absurda, floresça em afastada beleza. Penso às vezes no belo que seria poder, unificando os meus sonhos, criar-me uma vida contínua, sucedendo-se, dentro do decorrer de dias inteiros, com convivas imaginários com gente criada, e ir vivendo, sofrendo, gozando essa vida falsa. Ali me aconteceriam desgraças; grandes alegrias ali cairiam sobre mim. E nada de mim seria real. Mas teria tudo uma lógica soberba, sua; seria tudo segundo um ritmo de voluptuosa falsidade, passando tudo numa cidade feita da alma, perdida até [ao] cais à beira de um comboio calmo, muito longe dentro de mim, muito longe...E tudo nítido, inevitável, como na vida exterior, mas estética de Morte do Sol.
publicado por busybee às 23:42
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 25 de Janeiro de 2005 às 18:57
Lista do PS para formaçao de governo


1º Ministro- Jose Socrates , promete dar um rumo a portugal

Ministro-adjunto -Jorge Coelho , pede perdao ao povo de Entre_os_Rios pelo arrependimento de alguma vez querer tirar consequencias politicas da queda da ponte.
Promete que durante a proxima legislatura nao deixar cair a ponte nova , desde que em caso de mau estado receba 101 avisos em cima de sua secretaria,avisando que 100 avisos sao poucos.

Ferro Rodrigues- Ministro da solidariedade , promete fechar todos os lares de idosos que peçam ajuda a segurança social , á semelhança do que fez no governo de Guterres.

Paulo Pedroso- Ministro da educaçao, promete ate ao final da legislatura haver educaçao sexual em todas as escolas primarias e infantarios.

Fatima Felgueiras -Ministra das finanças , promete controlar o defice no seu saco AZUL.

Francisco Louça , Ministro da saude , promete fomentar excelente negocio a todas as clinicas e hospitais com o numero de abortos a praticar diariamente.

Jeronimo de Sousa- Ministro dos negocios estrangeiros, promete retirar o pais da C.E e da Nato , fazendo uma U.R.S.S com gabinete central em Portugal.



Joao Cravinho- Ministro das obras publicas , promete concluir as obras do metro no Terreiro do Paço , inaugurando a estaçao durante a legislatura ou tapando o buraco aberto.


Carrilho, ministro da conservaçao do patrimonio , extinguindo i IPPAR e construindo wc em todos os ministerios , começando com urgencia pelo da Solidariedade , nao vá o Ferro Rodrigues começar a escagaçar-se na justiça.

Quanto aos restantes ministerios , nao foram ainda selecionadas de dentro do partido , pois sao tantas as figuras ilustres que nao é facil a escolha.


Atençao , isto é uma brincadeira , quaalquer semelhança com a realidade , é pura coincidencia , mesmo GRANDE COINCIDENCIA.



Miguel
</a>
(mailto:travoltalx@iol.pt)

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds